segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Sem motivos

Às vezes é como se eu tivesse quase sufocando, e pessoas passagem do meu lado não dando a mínima, sinto falta daquilo que um dia foi chamado de família, de uma união de sangue, onde o amor e o carinho eram tudo.
Momentos difíceis esses, onde me sinto sozinha e angustiada, clamando por um colo, e recebendo uma recusa dolorosa. Sei que tudo irá piorar, os amores de muitos esfriaram, a promessa terá que cumprir.

E hoje não foi diferente, senti meu coração perdendo o brilho, é tão doloroso sentir o rejeitar
É isso, precisava desabafar. Porem é difícil encontrar as palavras quando tudo parece sem sentindo.

Um comentário:

Alê disse...

Se prestar atenção, vai perceber que dentro de ti, tem uma coisa mara, esperando pra acontecer


bjkas