segunda-feira, 30 de maio de 2011

O Último Verão Parte 2

-tudo bem vai, mais vou ter que dá uma ligada pra minha mãe,fiquei de jantar com ela,mais não quero demorar não,agente come alguma coisa e depois eu vou pra casa,estou exausta.
-Que filha boazinha e obediente que é essa minha amiga gente. -Nicole deu um pulo seguiu até seu closet, abriu as portas. -Amiga tudo que é meu é seu,pode ficar à-vontade,eu vou ver se o Beto quer ir jantar com agente.
Helena ficou em silencio, enquanto Nicole batia a porta. Ficou alguns minutos senta na cama, olhava o celular algumas vezes, a vontade de ligar para o Pedro era grande, ela queria poder cuidar dele. Dizer que o amava. Mais o destino tinha outros planos, ela largou o celular em cima da cama, e foi tomar o banho. Ainda enrolada na toalha, seguiu até o closet, escolheu a primeira roupa que viu pela frente. Um jeans justo e uma blusa básica, com um decote discreto, soltou os cabelos que por sinal eram longos e incrivelmente lisos, passou um gloss. que estava em cima do criado mudo, e sai do quarto a procura de Nicole.
-Bateu no quarto do Beto.
-A Nicole está ai? Ela disse que ia te chamar pra jantar.
-Ela já desceu.
O que Helena não esperava é que o Pedro estaria ali, olhando pra ela, com os olhos inchados, Beto percebendo o clima,deu qualquer desculpa e saiu do quarto deixando Helena e Pedro frente a frente,olho no olho.O que mais poderia acontecer naquela noite?
-Entra. Não precisava ficar me olhando desse jeito, não sou nenhum monstro.
Sem palavra Helena fechou a porta, a conversa que eles teriam talvez fosse o que decidiria o destino de suas vidas.
-Antes de tudo, eu queria deixar claro...
-Não tem que me dar satisfações de nada Pedro. -Helena interrompe.
-Por favor, me deixa falar?-Pedro estava serio e parecia segurar o choro. Mesmo assim, continuava lindo pensou Helena, não era muito difícil ter que fica olhando para ele.
-Antes de qualquer coisa, eu quero te dizer que, eu amo você Helena, na verdade eu sempre amei, só que você não é como as outras, você é especial. Eu sei que agora não adianta muito eu falar sobre meus sentimentos. Sem duvidas eu sou soro positivo, eu tenho Aids.
-Pedro, olha pra mim?-Helena sentou bem ao seu lado, era possível sentir sua respiração, acariciou seu rosto suavemente. –Eu Te amo.
-Eu errei e agora estou vendo as conseqüências, EU VOU MORRER.-Pedro abaixou a cabeça na altura dos joelhos,e como se estivesse sozinho chorou com todas as suas forças.
-Não fala assim, hoje está tudo muito moderno, a ciência evoluiu a métodos que podem te curar ou pelo menos não deixar a doença evoluir.
-Mas me diz, como eu posso te amar com esse maldito vírus em mim?Acho melhor você me esquecer, viver sua vida, eu vou sumir, pelo menos assim vocês não correm o risco de se contaminarem.
O Pedro estava ali completamente entregue Helena pensou, ela sentia pena dele, mais o amor era maior, sem pensar duas vezes, chegou mais perto, tão perto aponto de sentir o hálito refrescante de Pedro. Ela Olhvaa para o tamanho do seu braço,para sua tatuagem e para aquele olhos azul turquesa e tudo fazia sentido,ela estava louca por ele,tão louca aponto de agarrá-lo.
Sem pensa duas vezes ela o beijou com desejo e fúria, os dois deitaram colados na cama, o beijo era intenso e ao mesmo tempo parecia o ultimo
Antes que algo a mais acontecesse Pedro a empurrou, a ponto de até mesmo machucá-la.
-Por que você fez isso? Já disse Helena, eu estou doente, vai embora daqui, por favor, você merece alguém saudável que possa ser seu por completo. Não quero que sinta pena de mim, já basta o Beto e a Nicole que me olham como se eu fosse um pobre coitado. -Ele gritava e as lagrimas explodiam, colocando pra fora toda sua dor.
-Mais Pedro, eu......
-Vai embora Helena, vai.....-Pedro praticamente a colocou pra fora do quarto.
Ainda no corredor, sentada perto de um dos vasos decorativos, Helena queria gritar, por que Deus permitiu?Por que o Pedro?Ela repetia....

Depois de soluçar por alguns minutos, enxugou as lagrimas e ainda pode ver Pedro saindo do quarto e descendo em disparada a escada, pensou em ir atrás, mais sabia que ele não ia ceder. Levantou e decidiu procurar Nicole. Na parte de baixo da casa, Camila a irmã caçula de Nicole e Beto e algumas amigas faziam uma mini festinha. A casa era tão imensa que às vezes era possível até se perder.
-O que houve Helena? O Pedro passou por aqui correndo, o Beto foi atrás dele. Você está tremendo amiga, vem comigo.


Olá pessoal,espero que estejam gostandooo,beijinhooos s2

3 comentários:

Camila disse...

Gostando? Eu estou amando!!
Consigo visualizar cada cena, imaginar cada personagem. A forma como tem narrado a historia é muito envolvente e me deixa com um gostinho de quero mais assim que acabo de ler.. aguardando o próximo capitulo :D
BjOo lindonaa

Sarah Lisboa disse...

se vc nao continuar, te quebro. kkkkk
continua, ahh q triste :/

IndyanaraRocha disse...

Nossa você escreve muiiiiito bem! Poxa, continua, por favor?? Parabéns, Deus te abençoe ..