terça-feira, 3 de maio de 2011

(...)


Eu me envolvi com outro alguém,
na esperança de calar a voz gritante em meu peito.
Um alguém qualquer,que foi embora antes do amanhecer.
Agora volto ao começo,sozinha, perdida e esperando por você.

2 comentários:

Alê disse...

É o pior curativo que pode existir... Tentar se envolver com alguém 'nada a ver', pra ver se dói menos

=(

Sarah Lisboa disse...

o pior curativo que pode existir [2]