sábado, 15 de janeiro de 2011

Dispersa

Onde foi que nos perdemos?
Tenho a dura certeza de está a beira de um precipício,e a cada dia ultrajante convenso meu bom senso,  de que o melhor a fazer e atirar-me ao vento.

Um comentário:

Sarah Lisboa disse...

muito bom, continue sempre assim (: