segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Rascunho?Nunca!


O que é exatamente se apaixonar?Eu conheci um louco que dizia que paixões são como estrelas cadentes,elas passam e logo desaparecem.Comecei a meditar eu sua palavras,e sabe o que compreendi?Ele não era louco.A louca sou eu.Vivo amando o que não existe,amando o que é impalpável,que pessoa em são consciência amaria um pedaço de papel,amaria uma idéia fixa?Consigo lembrar com ele surgiu,o exato momento,o exato minuto.
Era uma manha cálida de agosto,eu me via disposta a começar um trabalho,mas um que teria que entregar a editora em uma mês.Comecei então a desenhar as palavras,colocando meus sentimentos em casa pingo,em cada traço e expressões.Aquele seria um livro especial,eu repetia pra mim,como se todos os outros não tivesse passado de livros comuns.
No entanto algo inesperado surgiu, criei o personagem principal, é como brincar de Deus, eu criei a estrutura, a cor de pele, a expressão do rosto, as sensações, a cor do cabelo, o jeito de sorrir.A sensação de utopia era cada vez maior,eu não conseguia levantar pra ir ao banheiro,ou bebe água,continuava ali,a meditar,a conhecer aquele personagem,aos poucos ele foi me cativando,eu não conseguia esquecê-lo,eu dormi e pensava nele, ,então corria para o computador,e inventava situações que me fazia está perto dele.Confesso que não conseguia sair de casa,eu tinha medo.E não me pergunte o por que,eu precisa que ele fosse comigo.
 O tempo foi passando, e não consegui entregar o livro no prazo, a verdade era que eu não conseguia terminá-lo.Não queria que ele fosse embora,não queria dar um fim no nosso relacionamento.Todos os dias eu acordava feliz,pois eu sabia que ele estava me esperando com seu cabelo escorrido e suas mãos macias,com seu maxilar extremamente quadrado e sua boca desenhada.
Loucura. Não sei se estava louca,o que eu sabia naquele momento e que eu o amava.Pedro era um homem de bem,tinha partes do corpo bem definida e era o cara mais sensível que já conheci em toda minha vida.Com ele eu aprendi que posso ser eu mesma,ele me levou pra jantar,tivemos muitos encontros.Comecei a sentir seu toque,seu cheiro e suas palavras sendo sussurradas em meu ouvido.Ele me chamou pra ir até sua casa,eu tentei dizer não,pois não resistiria a tentação de cair em seus braços.
Os meses foram passando e minha secretaria eletrônica vivia cheia de recados,eu não atendia mas o telefone,não saia de casa a não ser pra ir na casa do Pedro,não falava mais com meus amigos.Sinceramente eu não sentia falta,ele supria todos os meus espaços vazios.
Numa noite fria, a campanhia tocou, eu me enrolei em um cobertor e fui atender,me assutei quando um homem surgiu completamente encharcado pela chuva.Logo o reconheci,era o Pedro,mas o que ele queria? Ele deixou bem claro que não iria embora, que queria passar aquela noite comigo. A sensação que tive é inexplicável, não existe palavras para descrever aquela noite. Tenho os minucioso detalhes como relíquias.Primeiro ele tirou completamente ,suas roupas,depois seguiu até mim,seu beijos sugava insistentemente minha boca.Quem era aquele homem? Era perfeito demais pra ser real. Senti seu corpo quente contra o meu,sua mão suada e macia tocava cada canto do meu corpo.Quando nos unimos,eu pudia senti-lo com toda minha existência,seu calor era real.
 Mas ele era o Pedro, o personagem que criei, o que estou fazendo? Não importava o quanto eu estava alucinada, o que me fazia viver era saber que ele sempre estaria ali.
Na manha seguinte,quando acordei ,Pedro  não estava ao meu lado,e um único bilhete encontrei.
“As melhores coisas da vida, não está no que podemos tocar ou vivenciar, e sim no que podemos idealizar,e mesmo que não passe de uma noite mágica,dentro de nos sempre teremos a certeza que precisamos ser nos mesmo, e não um esboço de outras pessoas.”

5 comentários:

Lilianne disse...

Cunhadaa, eu amo seu blog sou sua fãa *.*
amei , amei , amei mesmo esse texto ;o
e o nome do meu irmao é PEDRO hihi.
Parabéns linnda, sucesso sempre (L)

disse...

Nossa... de arrepiar a alma!
Maravilhoso Victoria.

Bjao

André Oliveira de Souza disse...

parabéns... simplesmente maravilhoso... lindas palavras! parabéns mesmo!!!

Lana Ferreira disse...

Nossa!
Como eu gosto dos seus textos!

nem acredito as vezes que eles são tao bons assim, as vezes acho que eu é que dou esse ibope pros seus textos a mim mesma, mas não sou eu, sao eles mesmo,
Por que eu não faço esse tipo de coisa.

Amo o blog. Mas quero ver a continuaçao do "Reliquias do passado"

por favoooor kkkk
beijos

Sarah disse...

[aaaaa] que linda Vick, Maravilhosícimo! Como eu amo suas historia haha' continue assim! (: