terça-feira, 19 de abril de 2011

Back to september


 Era sexta-feira, e como combinado, Pedro Flanner estacionou dois quarteirões da casa de Gabriella Peer , a noite estava cálida e por poucas vezes era possível avistar algumas corujas que espreitavam desconfiadas sobre as placas que ficava entre as casas. Ao parar, quase que automaticamente esticou o braço, ligando o rádio.
Musica sempre o acalmava não que estivesse nervoso, mas a ansiedade parecia consumi-lo, e sua calça jeans já estava um pouco úmida nas laterais perto dos bolsos, por que era lá que secava o suor que brotava tão ligeiramente de suas mãos.
O engraçado é que isso nunca havia acontecido antes, ele pensou, não com uma garota, claro acontecia sempre nos primeiros dias de aula,nas noites que começou a cantar num bar com noites de calouros,ou em dias de provas na escola,mais com garotas não,tudo bem que Pedro  nunca foi de namorar muitas garotas,não era bom nisso,e embora seu irmão Nick e Dimas seu primo tenham herdado a veia de conquistadores da família Pedro parecia estar bem longe,por algum motivo as garotas não tinham interesse nele, apesar de ser um dos garotos mais lindos da Escola,e seu pai vivia dizendo “não vai sair com seu irmão hoje? Ou” Já está na idade de arrumar uma guria pra ti,não acha?”
***
Verificando novamente o retrovisor, tudo estava silencioso, a não ser pelo carro que passou acelerado, mais depois disso era possível ouvir grilos e alguns cachorros que passavam com os focinhos curiosos perto do carro. Apreensivo passou os olhos pelo relógio e percebendo que já haviam decorrido dez minutos do horário combinado.
Então começou a imaginar se teria acontecido alguma coisa, era bem provável que ainda havia alguém acordado, ”Estou ferrado” disse nervoso,quando uma moto se aproximou e logo respirou fundo,era George o segurança que fazia sua ronda noturna, apesar da idade, tinha uma ótima postura era esbelto e tinha ombros largos, quem não soubesse sua idade, nunca imaginaria que ele já era bisavô.
  Estranhamente Pedro se sentia bem por está ali,era o segundo encontro deles,e começou a lembrar de como ela estava incrível e de quando eles se conheceram.

 
  Era sábado e depois de uma semana exausta de provas e simulados, o pessoal se reuniu em uma “pequena festa”, era pra ser pequena, ele pensou, mais quando se tratava de festas, não dava pra privar o pessoal, o Tio Thomas e a tia Vivian não iam gostar de ver o estado da casa, mais Dimas era do tipo que não ligava pra nada, super mimado, o importante era curtir e pegar geral.
  A noite estava agitada a pista de dança super lotada, quem visse Pedro parado olhando o pessoal dançar, como se estivessem fazendo a dança do acasalamento com certeza adivinhariam que ele ainda era virgem. ”Não era necessariamente errado ser virgem, mais no século vinte um garoto de 17 anos ainda não ter provado do mais gosto da vida, torna-se uma aberração”.
  Palavras de Erick seu melhor amigo, isso claro que não dizia nada sobre Erick,ele era um garoto quatro olhos,tinha músculos, mais os escondia,adorava revistas em quadrinhos super fã do homem aranha e criava jogos de computador,atualmente trabalha em um jogo secreto.
A ultima menina que deu mole pra ele,tinha dois dentes a menos,e uma verruga enorme e peluda na boca,Erick também tinha uma amor super secreto por Alie,o amor era tão secreto que ela nem sabia que ele existia,de certo modo sabia,até por que ele estuda com ela desde o jardim de infância,o problema era a timidez,ele lembra ter feito um desenho pra ela na sexta serie,e ela sorriu pra ele,e lancharam juntos no recreio,mais depois disso apareceu Alan ,e por não ser tímido,por ser lindo,e saber conquistar uma garota,conseguiu a atenção de Alie,que agora nem lembra mais do pequeno Erick.

* Olá amores,mil desculpas pela demora de postar,mais ta uma correria enorme aqui.....nossa to sentindo falta de voces...nao me abandonem heim hã....beijoooos coloridos

3 comentários:

LÕRÉÑÁ - disse...

Ola meu anjo que texto muito bonito.
vç esta de Parabéns.
um lindo beijo ;*

Sarah Lisboa disse...

estava sentindo falta das suas historias! :)
lindo como seeeempre! muito sucesso!

Gio disse...

Texto lindo, como eu adoro as suas histórias!